Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

my eyes, my lies

photography is not about truth

my eyes, my lies

photography is not about truth

sempre só

d 5863 lx

Era definida pela solidão.

Aquele apartar dos outros, aquele olhar para os dedos das mãos quando  alguém passava perto.

Sempre só.

Mas quem se demorasse nela, via os risos sugeridos pelo olhar vivo, a comissura do lábio direito numa levíssima inclinação para cima.

A turbulência que ia lá dentro, de que as sobrancelhas vagarosamente erguidas eram só um sinal.

Era feliz, tão feliz que escolhia ser ignorada, para que ninguém viesse perturbar o idílico que era viver consigo própria. 

Julgar infelizes os solitários, é julgar todos os outros pela própria incapacidade de viver só. 

Lisboa | 2018

11 comentários

Comentar post